Fotografia Documental - AUTONOMIA e RELAÇÃO ENTRE IRMÃOS.

Um ótimo tema pra praticar esse final de semana! Quem me acompanha no Instagram, sabe que me propus a fazer alguns experimentos fotográficos. O último foi explorando a velocidade do obturador. Paralelo a esse, também tenho deixado a câmera em casa num lugar mais acessível e me forçado a prestar mais atenção nos momentos do dia-a-dia com as crianças.


Iniciei com o objetivo de tirar uma foto por dia da nossa rotina, e assim tenho feito! Foi quando ontem após fotografar Pedro, meu filho mais velho de 10 anos cozinhando para minha filha Nina de 4 anos, tive uma ideia!


Ao invés de apenas registrar cenas do nosso dia-a-dia, porque não me forçar a registrar a relação entre irmãos.

Pedro, já consegue se virar na cozinha. Iniciamos ensinando ele a fritar um ovo e hoje ele já se vira em várias preparações. Talvez hoje, macarrão com atum seja sua janta favorita, seguido do arroz com ovo e carne.


Ontem, assim que chegaram da escola, Nina disse que estava com fome e ele prontamente se ofereceu para preparar a janta dela. Fiquei observando aquelas cenas por um tempo, até vir o estalo de que precisava registrar aquele momento entre irmãos.


Ele não só preparou a janta como a ensinou sobre o preparo e os cuidados que ela deveria tomar quando cozinhasse.


27mm, ISO 800, F/ 2,8, 1/60 sec


35mm, ISO 640, F/ 2,8, 1/60 sec


Foram momentos preciosos! Além de registrar a autonomia do Pedro em preparar o alimento, presenciei o instinto de proteção dele com a irmã, me diverti com a curiosidade da Nina, e sobretudo, pude eternizar aquela relação conflituosa entre irmãos quando precisam aprender a dividir algo.


Quando eles finalizaram, e eu pude olhar as fotos no visor da câmera, senti o que sempre sinto quando fotografo, um sensação quase mágica de conseguir ver além. A fotografia tem esse poder de me obrigar a parar e observar atenta ao que acontece. Perceber detalhes que às vezes sem a lente eu não observaria.


35mm, ISO 4000, F/ 2,8, 1/400 sec


Fica meu convite pra que você também registre mais momentos do dia-a-dia dos seus filhos. Seja a relação entre irmãos, o amor, a autonomia e por que não momentos conflituosos que sempre estão presentes e são verdadeiras oportunidades de aprendizado tanto para eles quanto para nós como pais.


Se dê esse tempo de observar por outro ângulo, não interrompa a brincadeira, apenas observe e fotografe. Tenho certeza que além de boas memórias você terá reflexões valiosas!


Beijos e bons cliques!







14 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo